domingo, 30 de novembro de 2014

Entrar no espírito


Visto aqui.

Arrumar ideias










Preciso de roupa. Isto dito assim parece gozo, mas a verdade é que nos últimos dois anos as únicas peças relevantes que comprei para mim foram dois pares de botas:



E agora olho para o armário e vejo que me faltam algumas coisas básicas e intemporais, como uma camisola às riscas, umas calças camel, umas skinny jeans pretas e outras de ganga clara, umas botas pretas de cano curto (e umas camel de cunha),  uma saia de ganga e uma mala camel (se bem que aquela em dourado velho... ou a cinzenta...). São oito peças que permitem combinações infinitas, e que não saem de moda.
Agora é aproveitar o último dia das mini-férias para ir às compras e completar o guarda-roupa.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Repôr horas de sono*

O que fazer no primeiro dia (de chuva) de umas mini-férias? Ir levar Peter Pan à ama, voltar para casa a correr e enfiar-me novamente na cama quente. Dormir profundamente até às duas e meia da tarde e só me levantar porque fui acordada por uma chamada no telemóvel. Almoçar sentada no sofá a ver os 7 Pecados Rurais, dar uma vista de olhos pela lista de blogs do Reader enquanto o L. vai buscar o nosso pequeno buda, recebê-lo com mimos e passar o final da tarde do costume, e terminar o dia a ver o Lucy (a teoria é intrigante, o final é demasiado fantasioso).




* E semanas de vida...

Suspirar (V)*


* Ou Tenho de me deixar disto...

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

domingo, 23 de novembro de 2014

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Não (me) entender

Ando sempre a falar e a tentar procurar para mim uma vida mais simples, mais minimalista, mais centrada no ser do que no ter... mas depois perco-me em imagens destas, de puro luxo de beleza delicada...









Visto aqui

Não ter sono

Lindsey Stirling
"Master of Tides"

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Momento (CCLXXXVIII)

Tenho a sorte de conhecer uma perfumaria que volta e meia se lembra de fazer promoções de 40% em to-dos os produtos da loja. Entro e começo a cheirar os frascos das novidades em cima do balcão. Cumprimento a dona que já me conhece, digo-lhe que preciso de um perfume novo e ela manda-me parar de cheirar os frascos. Pergunta-me qual o último perfume que gostei de usar, eu respondo, ela vai até uma das prateleiras, pega num frasco e diz-me "dê-me o seu braço, vai experimentar este, vai almoçar, e no fim volta a cheirar e vem cá buscá-lo". Encontrar pessoas assim, que conhecem de olhos fechados os produtos que vendem, e ainda por cima atenciosas com o cliente, é quase uma raridade. Voltei depois do almoço, sorri-lhe e disse "acertou em cheio, pode embrulhar".

Dar(lhe) asas (II)

Encher as paredes de Peter Pan com ilustrações maravilhosas e vê-lo apontar para cada uma com o olhar admirado de quem descobre que os livros fazem voar.





quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Nova paixão (VII)


Uma textura quase líquida tão fácil de espalhar na pele que não tenho desculpa para me esquecer depois do banho, e um cheiro maravilhoso a chá de canela e especiarias que faz mesmo lembrar uma tarde de Inverno em frente à lareira.

(Foto da net.)

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

domingo, 16 de novembro de 2014

Ter tempo

Todas as manhãs deviam ser de domingo...