sábado, 25 de outubro de 2014

Momento (CCLXXXV)

Um almoço com prova de vinhos numa quinta no meio do silêncio.



quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Reencontrar

Ryuichi Sakamoto
"Amore"   

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

O melhor dos dois mundos*

Verão na luz quente do final da tarde e Outono em forma de chuchus, nozes e linguas-de-gato, romãs da frutaria onde nos sentimos em casa e alfazema apanhada no jardim.




* Ou Happy Thank You More Please

sábado, 18 de outubro de 2014

Ouvir baixinho

Cae e Carolina Deslandes
"Lost Soul"


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Adoçar

Bolo de dióspiros e canela (não cresceu mas ficou tão bom...).


terça-feira, 14 de outubro de 2014

Embalares(-me)

Mart'nália e Caetano Veloso
"Pé do meu Samba"


sábado, 11 de outubro de 2014

Criar

Uma caixa cheia de botões antigos, muitas ideias e algumas horas roubadas ao sono. Posso ainda não ter descoberto a minha vocação. Mas há-de ser qualquer coisa muito próxima disto...


sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Momentos (CCLXXXIV)

Um ramo de alfazema apanhado no jardim.
Um tinto alentejano que me fez pôr em causa a inabalável preferência pelos vinhos do Dão.


Não é por acaso que lhe chamo pequeno buda...

Peter Pan jantou um prato cheio de sopa, um prato de massa, um gelado tipo mini-corneto, um cacho de uvas e duas bananas.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Prestar atenção (II)

Mais um filme que se calhar nunca iría ver se não estivesse por acaso a dar num dos TVCine no preciso instante em que me atirei em voo para o sofá.
Perfeito na simplicidade da história... e na subtileza de todas as formas imagináveis de chocolate...


segunda-feira, 6 de outubro de 2014

domingo, 5 de outubro de 2014

Aventurar(-me)

Experimentei fazer esta receita para o jantar, juntei uma batata doce às rodelas finas só para ficar mais rica, e... adorei...


(Ainda não se pode dizer que seja uma apaixonada por cozinha... mas ando a esforçar-me por tirar prazer daquela hora passada de volta dos tachos, sem estar a pensar que é tempo perdido e que podia estar a fazer tantas outras coisas).

sábado, 4 de outubro de 2014

Momento (CCLXXXIII)

Encontrar estas pantufas no fundo de um cesto, e não ter coragem de as pôr à venda no OLX, apesar de não as usar há anos, porque as acho a coisa mais fofa deste mundo. 



sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Quase a rebentar*

- A mãe... não tem... dó-dói... no oio.

Dito assim, muito devagar, com uma pausa entre cada palavra, uns segundos em que abria a boca e era palpável o esforço que fazia para estruturar o pensamento. Peter Pan disse hoje a primeira frase completa. E eu continuo a surpreender-me e a maravilhar-me com o fascínio que sinto (sentirei sempre) de ver um ser humano a crescer, a descobrir, a desenvolver capacidades que nós adultos, damos por adquiridas e básicas.

* Estou tão, mas tão inchada de orgulho

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

(Não) Parar quieta

Aquele fundo cinzento estava a irritar-me...


Com uma vénia (XIV)

"Ser mãe é o melhor do mundo"

quarta-feira, 1 de outubro de 2014