sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Dar(lhe) asas (III)

Acabei de deixar Peter Pan na sua primeira festa do pijama, onde vai passar a noite (to-da...).  Até hoje nunca tinha dormido uma noite sem os pais, nem sequer na casa dos avós. Hoje vai dormir num saco cama, em cima de um colchão no chão partilhado com os amigos da escola, depois de uma festa de inspiração havaiana decorada a rigor, onde até gostava de ter ficado (se os cocktails tivessem alcool...). Deu-nos um beijo apressado e foi juntar-se aos amigos, sem sequer olhar para trás, sorridente e confiante, a sentir-se crescido e a fazer-me sentir pequena, cada vez mais pequena perante o assombro e a admiração de vê-lo assim voar, cada vez mais alto, cada vez mais longe.

(não sei se ria se chore...)

1 comentário:

  1. O pequeno peter a descobrir o mundo. Ta um crescido. E a mãe também:)

    ResponderEliminar